Melhores livros de novelas históricas

Citações de Ken Follett.

Citações de Ken Follett.

A busca pelos "melhores livros de romances históricos" é muito comum entre os leitores amadores de textos baseados em acontecimentos reais. Embora existam escritores que utilizam personagens fictícios em suas obras, a característica incontornável desse gênero é a inalterabilidade dos fatos. Ou seja, os protagonistas podem ser inventados, mas não o núcleo dos acontecimentos ou das datas.

Portanto, o romance histórico requer uma boa documentação prévia, caso contrário, a escrita passa a ser categorizada como ficção ou fantasia. Certamente, o tipo de linguagem, o estilo argumentativo e o uso de certos recursos líricos e / ou narrativos são de competência exclusiva do autor. Nesse ponto, a maneira como o escritor convida o leitor a “viajar no tempo” depende apenas de sua discrição e criatividade.

Eu, claudio (1934), por Robert Graves

Enredo e contexto

Eu claudius —Título original em inglês - é a ópera mais reconhecida em termos de reconhecimento e vendas do autor britânico Robert Graves. É baseado nos relatos de Tácito, Plutarco e um texto de Suetônio previamente traduzido por Graves, Vidas dos doze césares. É importante mencionar que Claudio foi um cronista relevante na época e produziu uma autobiografia (atualmente perdida).

Neste documento sabe-se que fala da sucessão da dinastia Julio-Claudiana. Da mesma forma, há detalhes sobre os impedimentos físicos (gagueira, claudicação, alguns tiques nervosos ...) pelos quais Cláudio foi tratado como deficiente mental pela própria família. Esse "pária" chegou ao poder aos 49 anos e estabeleceu uma monarquia de ferro com fachada de República.

Folga Eu, Claudio (Narrativas ...
Eu, Claudio (Narrativas ...
Sem classificações

O deus da chuva chora sobre o México (1938), Laszlo Passuth

Sinopse e fundamento da obra

Laszlo Passuth integrou soberbamente documentos contemporâneos e pesquisas arqueológicas para recriar uma das passagens mais fascinantes do Novo Mundo. Especificamente, a narrativa se concentra na conquista do México pelas tropas de Hernán Cortés. Que considerou que estava executando um mandato divino, estabelecendo por distanciar os nativos do paganismo.

O resultado é uma narrativa chocante e bastante reflexiva sobre as repercussões do embate cultural entre espanhóis e mexicanos. O que mais, a mistura magistral de personagens reais com alguns fictícios demonstra a perícia de Passuth no contexto histórico descrito.

A Guerra do Fim do Mundo (1981), de Mário Vargas Llosa

Enredo e contexto histórico

Em 1897, os camponeses do Nordeste do Brasil liderados por Antonio Conselheiro se recusaram a pagar impostos à nova república por motivos religiosos.. Por esta razão, o governo central ordenou a mobilização de 10.000 soldados para subjugar os colonos à força. Assim, a guerra de Canudos começou em meio a uma terra assolada por secas e doenças.

Posteriormente, os latifundiários - que implicavam o poder e o status detidos durante a monarquia -, liderados pelo Barão de Cañabrava, aliaram-se aos militares republicanos. Lá, seus habitantes sofreram as consequências de um cerco sangrento em uma atmosfera apocalíptica tornar-se-á com o fim do século (e o fim do mundo).

Folga A guerra do fim de ...
A guerra do fim de ...
Sem classificações

O herege (1998), por Miguel Delibes

Contexto histórico e enredo

Delibes leva o leitor pela mão a Valladolid durante o reinado de Carlos V, uma época marcada por convulsões políticas e religiosas. Inicialmente, uma coincidência é indicada em torno de uma data: 31 de outubro de 1517. Naquele dia Martinho Lutero pregou as 95 teses que levaram ao surgimento da Reforma Protestante nas portas da igreja de Wittenberg.

Entretanto, nas terras de Valladolid, nascia Cipriano Salcedo, órfão de mãe desde o nascimento e desprezado pelo pai. Embora pudesse contar com os cuidados da enfermeira, sua perda traumática marcou um homem que se tornou um comerciante de sucesso. Embora, é claro, o aspecto mais relevante de sua vida foi sua relação com as correntes protestantes subterrâneas.

A última cripta (2007), de Fernando Gamboa

Trama e sinopse

Ulises Vidal, um mergulhador experiente, encontra um sino de bronze enterrado sob uma formação de coral na costa caribenha de Honduras. A peça de metal com características templárias data do século XNUMX e foi submersa ali por um século antes da chegada de Colombo na América. Empolgado com a possibilidade de aventura, Vidal faz aliança com um renomado historiador e um intrépido arqueólogo asteca.

O objetivo final é bastante ambicioso (também carrega uma série de perigos): o lendário saque da Ordem do Templo. A pesquisa os levará por Barcelona, ​​o Saara do Mali, a selva do México e os confins do Caribe. O segredo medieval a ser revelado pode alterar a história conhecida da humanidade e a visão do homem sobre o universo e sobre si mesmo.

Folga A última cripta: 1 (a ...
A última cripta: 1 (a ...
Sem classificações

O mercenário de granada (2007), por Juan Eslava Galán

Argumento

Ano 1487, período de reconquista da atual Andaluzia pelo exército do rei Fernando. Portanto, o reino mouro de Granada enfrenta uma ameaça iminente que seria consumada após um longo cerco à cidade de Málaga. Diante da evidente superioridade do inimigo, Mohamed Ibn Hasin (imperador granadino) chega a Istambul com seu servo para solicitar a ajuda de seus conterrâneos otomanos.

O objetivo de Mohamed é obter apoio com militares e uma artilharia renovada. No entanto, o sultão turco concede-lhe toda a sua ajuda através de um único homem: Orbán, o ferreiro trácio. Uma pessoa para conter todas as tropas cristãs? Os árabes perderiam inevitavelmente Granada ... ou não?

Trilogia do Século, de Ken Follet

Ken Follet.

Ken Follet.

Com sua extensa trilogia, Ken Follet acabou se confirmando como o autor britânico mais vendido das últimas décadas. Para criar seus enredos, o escritor galês usa personagens fictícios que possuem algum tipo de relação filial, sentimental, política e / ou militar ao longo da saga. No entanto, a descrição dos eventos reais é extremamente precisa.

A queda dos gigantes (2010), verdadeiros eventos cobertos

  • A Coroação de Jorge V, Rei da Inglaterra e do Reino Unido (1911).
  • O Ataque de Sarajevo e subsequente início da Grande Guerra (1914).
  • O retorno de Lenin a Petrogrado (1917).
  • O Decreto de Proibição nos EUA (1920).

O inverno do mundo (2012), verdadeiros eventos cobertos

  • Decreto de New Deal nos Estados Unidos (1933-37).
  • Acontecimentos finais da Guerra Civil Espanhola (1939-40).
  • Programa Aktion T4, que resultou no deslocamento e genocídio de milhões de civis judeus. Da mesma forma, os nazistas atacaram outras minorias religiosas, étnicas e homossexuais.
  • El Blitz - bombardeios em Londres (1940-41) pelas forças aéreas alemãs.
  • Carta do Atlântico (1941).
  • Ataque à base americana de Pearl Harbor pela aviação japonesa (1941).
  • Operação Barbarossa (Rússia, 1941).
  • Batalha de Stalingrado (1942).
  • Batalha de Kursk (1943).
  • Conferência de Moscou (1943).
  • Início da corrida nuclear.
Folga O inverno do mundo ...
O inverno do mundo ...
Sem classificações

O limiar da eternidade (2014), verdadeiros eventos cobertos

  • Levantamento do Muro de Berlim (1961).
  • Movimento dos Direitos Civis nos Estados Unidos (1960).
  • Cuban Missile Crisis (1962).
  • Assassinatos do presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy (1963) e do reverendo Martin Luther King Jr. (1968).
  • Invasão soviética da Tchecoslováquia (1968).
  • Guerra do Vietnã (entrada dos EUA na guerra; 1965-73).
  • Escândalo Watergate (1972).

O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

3 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Jose Pecho Camarena dito

    Muito interessantes os breves comentários dos trabalhos apresentados, espero continuar recebendo outros no futuro. Saudações de Lima, Peru.

  2.   Gustavo Woltman dito

    “A guerra no fim do mundo” é uma obra majestosa da mão de Vargas Llosa. Eu li quando estava na faculdade e ainda me lembro com grande espanto.
    -Gustavo Woltmann.

  3.   Jose dito

    Não inclua Salammbo de Flaubert ...

bool (verdadeiro)