Livros de Juan del Val

Ao pesquisar na web sobre "Livros de Juan del Val", as referências mais comuns que se obtêm são sobre seu livro. Candela (2019). Este romance é o segundo trabalho publicado sozinho pelo autor, que lhe rendeu o Prêmio da Primavera no mesmo ano. Juan del Val se destaca por escrever histórias reais a partir de suas próprias experiências, como expressou em sua entrevista com Zenda: "Só sei escrever o que sei ...".

O roteirista tem se destacado principalmente no mundo da televisão, onde tem experiência como diretor, roteirista, apresentador e produtor, rádio e TV. Ao longo de sua carreira, o autor mostrou um senso de humor marcante. Algo interessante é que ele expressou sua aversão a algumas redes sociais, e passou a ser classificado como um "AntiInstagram". Desde 2011 é reconhecido por sua participação no popular programa O formigueiro de Antena 3.

Breve resumo da vida de Juan del Val

Juan del Val Pérez nasceu em Madrid na segunda-feira, 5 de outubro de 1970. Na juventude, caracterizou-se por ser irritável e extremamente rebelde. Esse comportamento afetou seus estudos do ensino médio, sendo expulso por esse motivo algumas vezes. Seus primeiros empregos foram como trabalhador da construção civil e, aos poucos, ele se interessou pelo jornalismo. Em 1992, começou a exercer esta última profissão na Rádio Nacional da Espanha e por algum tempo ele também foi um cronista de touradas de renome.

Juan del Val se casou em 6 de outubro de 2000 com a renomada escritora e apresentadora Nuria Roca. Como resultado desta união, resultaram 3 filhos: Juan, Pau e Oaclivia.

Com 20 anos de carreira de sucesso, já percorreu importantes meios de comunicação espanhóis, como: Antena 3, TVE, Canal 9 y Telecinco. Igualmente, em 2014 apresentou por 4 anos consecutivos o programa de rádio A melhor coisa que pode acontecer com você, Com sua esposa. Na última década, ele trabalhou para o conversa mostrar O formigueiro, como roteirista, escritor e apresentador de talk show.

Corrida literária

Juan del Val começou no mundo literário com dois livros, que escreveu junto com sua esposa: Para Ana, de seus mortos (2011) y A inevitabilidade do amor (2012). Só em 2017 ele decide apresentar seu primeiro romance solo: Parece mentira, com base na sua experiência pessoal. Essa obra, em muito pouco tempo, conseguiu figurar entre os livros mais vendidos.

Após a boa aceitação de seu primeiro trabalho solo, o autor ganhou confiança e continuou fazendo o que ama: escrever. Apenas dois anos depois, ele decidiu publicar seu segundo romance, Candela (2019). É uma história contada na primeira pessoa e cuja protagonista é uma mulher extraordinária cuja vida é um exemplo de autoaperfeiçoamento.

Juan del Val ficou agradavelmente surpreso ao ganhar o prêmio Primavera de Novela 2019 com esta história, Prêmio com o qual grandes nomes da literatura espanhola foram reconhecidos. Neste 2021, o autor anunciou o lançamento do livro Delparaíso, um romance que abre as portas a uma luxuosa urbanização em Madrid envolta em muitos segredos.

Livros de Juan del Val

A carreira de Juan del Val como escritor literário foi curta, no entanto, o autor forneceu boas histórias que transcenderam. A seguir, é apresentado um pequeno lanche sobre cada uma de suas obras.

Parece mentira (2017)

Neste romance contemporâneo, o autor conta sua própria história na primeira pessoa, usando capítulos curtos, mas bem desenvolvidos para isso. A narrativa é focada na jornada e evolução de sua vida, por meio de uma história nova e sem reservas. Embora sejam apresentados personagens fictícios, o autor faz uma descrição autêntica e leve de muitas situações, atualizando alguns segmentos com o bom humor que o caracteriza.

Sinopse

Parece mentira é a história de Claudio, um jovem humilde, desobediente e rebelde. Em cada parte do livro há um reflexo da vida do protagonista, de forma aberta e com coragem, mostrando bons momentos e outros nem tanto. O uso contínuo da autorreflexão é muito enfatizado. O autor usa esse recurso para falar sobre como foi gradativamente ingressando no jornalismo até construir uma carreira de sucesso, apesar de não ter estudado formalmente o ofício.

Claudio narra como foi problemática sua adolescência e como ela dificultou a vida de seus pais, a ponto de ficarem confinados em um centro psiquiátrico. Entre outros detalhes, descreve a importância das mulheres que passaram por sua vida e os ensinamentos que deixaram nele. De um modo geral, é uma autobiografia muito sincera em que o autor revela acontecimentos bastante interessantes.

Candela (2019)

É o segundo romance publicado por Juan del Val, e que lhe rendeu o prêmio Primavera de Novela 2019. É uma história em primeira pessoa que falar sobre o mulheres e suas experiências. O autor buscou refletir experiências precisas, além da ficção. Isso foi expresso em uma entrevista a Rosa Villacastín, na qual ela afirmava ter construído essa personagem a partir da realidade de uma amiga vítima de maus-tratos.

Sinopse

Candela é uma mulher como qualquer outra mulher típica que encontramos nos bairros populares. A particularidade que o distingue é a sua centelha e a sua genialidade para enfrentar as vicissitudes. Ele está agora em sua quarta década, e sua vida é marcada pelo azar, uma calamidade que acompanha sua família desde os tempos antigos.

Ela trabalha como garçonete em uma taberna local, que dirige na companhia de duas outras senhoras - sua avó e sua mãe (a mulher de um olho só) -. As três mulheres passaram por momentos difíceis, mas seu humor, um tanto ácido, as ajuda a enfrentar o dia a dia.

Superando obstáculos, ameaças e arrependimentos, Candela será obrigada a seguir em frente e dar o seu melhor em busca de uma vida melhor. Uma história muito adequada à realidade atual e que vai deixar mais de uma refletindo profundamente.

Delparaíso (2021)

Este último capítulo apresentado pelo autor causou polêmica devido às questões levantadas em seu conteúdo. É um romance com vários protagonistas e ambientado em uma luxuosa urbanização nos arredores de Madri. Juan del Val mostra uma história envolvente que lentamente revela o lado negro do jet set espanhol, aquele mundo ao qual muitos gostariam de pertencer e experimentar.

Sinopse

A novela Delparaíso mostra os habitantes de um luxuoso complexo em Madrid, onde residem várias famílias, desde os mais ricos aos seus empregados. Cada personagem é o protagonista de sua própria história, com muitos segredos, tristezas e inconformidades. Nas entrelinhas é revelado um grande número de problemas familiares, inconveniências que nenhum luxo pode esconder.

É um site muito guardado no qual se pretende evitar qualquer contacto com o mundo exterior e onde tudo parece "perfeito". O autor não só expõe a visão dos habitantes desse grupo, mas também a perspectiva de quem observa de fora., que —enganados pelo supérfluo— afirmam que tudo dentro é um “paraíso”. Porém, ao entrar, os incautos se deparam com uma realidade nua e crua e muito comum: nada é o que parece.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

bool (verdadeiro)