"Cem Anos de Solidão" de GG Márquez entre os livros mais lidos

Se dissermos sem contraste que Gabriel García Márquez Ele é o autor hispano-americano mais lido de todos os tempos, não temos muito "medo" de errar. Ele escreveu inúmeros livros e qual é o melhor, mas seu livro mais lido é, sem dúvida, "Cem anos de Solidão", publicado na 1967.

"Cem anos de Solidão" é o romance emblemático do estrondo e obra-prima de realismo magico. Conta a história de um total de sete gerações de uma família perseguida por um destino fatal, que resume simbolicamente a evolução sócio-política do continente.

Sinopse do livro

"Cem anos de Solidão" simboliza o isolamento e a frustração do ser humano na saga Buendía e da realidade americana no espaço mítico de Macondo. Com uma capacidade narrativa transbordante, GG Márquez situa-se num tempo cíclico em que o quotidiano e o maravilhoso se confundem.

A fundação de Macondo

José Arcadio Buendía e Úrsula Iguarán casam-se apesar de serem primos. Eles partem de Riohacha e encontram o povoado conhecido como Macondo.

As transformações

A cidade sofre várias guerras, mudanças de governo em suas políticas internas e transformações que influenciam a vida da família. Macondo, então, deixa de ser um espaço mítico para se tornar um espaço industrializado.

A destruição

O último casal da saga Buendía, Aureliano Babilonia e sua tia Amaranta Úrsula, tem um filho com rabo de porco. O fim da fila está se aproximando, pois a mãe vai morrer após o parto e o filho será comido por formigas. Aureliano Babilonia lê então os pergaminhos onde o cigano Melquíades, personagem que aparece no início do romance, havia escrito a história de sua família com cem anos de antecedência.

Algumas frases míticas de "Cem Anos de Solidão"

  • "O essencial é não perder a orientação."
  • "Não entendi como você chegou ao extremo de travar uma guerra por coisas que não podiam ser tocadas com as mãos."
  • "Eu, de minha parte, só agora percebo que estou lutando pelo orgulho."
  • Quão raros são os homens. Eles passam a vida lutando contra os padres e distribuem livros de orações.
  • "O segredo de uma boa velhice nada mais é do que um pacto honesto com a solidão."
  • "O grito mais antigo da história da humanidade é o grito de amor."
  • "Você não morre quando deveria, mas quando pode."
  • "Ao tentar fazer com que ela o amasse, ele acabou por amá-la."
  • "Um alerta de velhice pode ser mais preciso do que as investigações do convés."
  • "Perdido na solidão de seu imenso poder, ele começou a se perder."

O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

bool (verdadeiro)