Marta Gracia Pons. Entrevista com o autor de The Dragonfly's Journey

Fotografia. Marta Gracia Pons, perfil no Twitter.

Marta Gracia Pons é escritor e professor. Ele se formou em História pela Universidade Autônoma de Barcelona e também possui um mestrado em Pedagogia. Ele escreveu títulos como A história que nos mudou, agulhas de papel y O cheiro de dias felizes, e seu último romance é A jornada da libélula. Nesta Entrevista Ele fala sobre isso e sobre outros assuntos. Vocês eu aprecio muito seu tempo e gentileza em me ajudar.

Marta Gracia Pons - Entrevista 

  • NOTÍCIAS DA LITERATURA: Seu último romance é intitulado A jornada da libélula. O que você nos fala sobre isso e de onde surgiu a ideia?

MARTA GRACIA PONS: Esta história é uma passeio pela Barcelona de duas épocas, a do início do século XX e a do pós-guerra. Estrela duas mulheres muito diferentes uns dos outros, que vivem em circunstâncias históricas diferentes, mas estão unidos pela paixão pela joalheria.

A ideia surgiu da minha paixão pelo Modernismo e Art Nouveau. Conhecemos Gaudí na arquitetura, mas muito pouco se sabe sobre os grandes ourives dessas correntes artísticas. E então eu descobri Lluís Masriera e sua preciosa libélula esmaltada. Uma nova época para joias, onde foram criados insetos, ninfas e seres mitológicos altamente simbólicos. Eles fizeram verdadeiras obras de arte.

  • AL: Você consegue se lembrar daquele primeiro livro que leu? E a primeira história que você escreveu?

MGP: Sim. Me marcou muito, na minha adolescência, As cinzas da angelapor Frank McCourt. Uma história muito difícil sobre a Irlanda nas décadas de 30 e 40. 

A primeira história que escrevi - e publiquei por conta própria - foi um romance histórico ambientado em a província de Huesca nos anos a Ditadura de Primo de Rivera e a Segunda República. Ela foi minha cobaia e com quem aprendi a escrever.

  • AL: Um redator principal? Você pode escolher mais de um e de todas as épocas. 

MGP: Ken Follet. Com ele começou minha paixão pelos livros e graças a ele aprendi a escrever romances históricos.

  • AL: Que personagem em um livro você gostaria de conhecer e criar?

MGP: O caráter de Emmapor Jane Austen.

  • AL: Algum hábito ou hábito especial quando se trata de escrever ou ler?

MGP: Eu não estou ciente de nenhum. O único que odiar eles são interrupções.

  • AL: Qual é o seu local e hora preferidos para o fazer?

MGP: Não tenho um lugar especial: escrevo onde posso e uma mesa e um laptop são suficientes para mim. No entanto, geralmente escrevo de manhã. Eu sou uma pessoa 100% diurna, então não consigo escrever à noite. Gosto de ir para a cama cedo para aproveitar ao máximo a manhã do dia seguinte.

  • AL: Existem outros gêneros que você gosta?

MGP: Eu gosto da Romance clássico inglês: Jane Austen, Charles Dickens e as irmãs Bronte são minhas favoritas.

  • AL: O que você está lendo agora? E escrever?

MGP: Agora mesmo Eu não estou lendo nenhum romance, mas sim ensaios históricos, Bem, estou me documentando para meu próximo romance, que se passa no final do século XNUMX em Madrid.

  • AL: Como você acha que é o cenário editorial? Você acha que isso vai mudar ou já mudou com os novos formatos de criativos que estão por aí?

MGP: O mundo editorial tem um concorrente muito difícil: plataformas audiovisuais. Mesmo assim, segundo as estatísticas e apesar do confinamento vivido no ano passado, os leitores têm crescido, principalmente na leitura digital. Isso mostra que, apesar dos solavancos, um bom romance sempre agarra o leitor mais fiel.

  • AL: O momento de crise que estamos vivenciando está sendo difícil para você ou você pode guardar algo positivo para histórias futuras?

MGP: Sem dúvida, vivemos momentos horríveis durante os últimos dois anos de pandemia. Às vezes, era impossível escapar do mundo real. Mas nós somos muitos os que nós ousamos publicar durante o ano passado e recebemos muitos mensagens positivas e obrigado dos leitores, que se divertiram com nossas páginas. A vida segue.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.