A disciplina de Literatura Universal do Bacharelado é eliminada

Sem entrar em opiniões políticas, vamos deixar isso para o Blogs y sites que têm a política como tema central de seu conteúdo, chegamos para dar a notícia, triste notícia, que o atual governo tem se encarregado de dar tesoura novamente quando se trata de cultura, eliminando o assunto de literatura mundial do Bacharelado. Como? Explicaremos a você a seguir. Por quê? Não é conhecido nem entendido.

Cultura não é tocada

Você conhece aquela sensação de quando você tem muito a dizer, mas a raiva o impede de ordenar as palavras corretamente? Bem, isso acontece comigo agora! Dizer que estou indignado não é o suficiente, mas, ei, nada mais é do que a opinião de mais um editor que se dedica a escrever artigos sobre literatura. No entanto, acho que não sou o único que pensa que cultura não deve ser tocada, ou pelo menos, não tão levemente ...

Já aconteceu na época com as disciplinas de Música o filosofia... Para muitos, são assuntos dispensáveis, que a gente pode passar, e que se a gente não mexer neles não acontece nada, né? Pois não! Sim, acontece ... Está cientificamente comprovado que a música melhora o vocabulário, nos ajuda a focar em uma tarefa, melhora nosso desenvolvimento cognitivo e até ajuda a melhorar a circulação, entre muitos outros benefícios, é claro ...

E a filosofia, por que dar? Mas, se isso apenas nos ajudar a pensar melhor ...! Definitivamente, aqueles de nós que afirmam que a cultura não é tocada, enlouquecemos ...

E agora eles atacam o literatura mundial. É verdade que a literatura pode gostar mais ou menos, mas você realmente tem que explicar cada um dos benefícios da leitura? Precisamos realmente explicar por que devemos ler Oscar Wilde, Dante Aligheri, Cortázar, Benedetti, Auster, Bécquer, Owell…? Precisamos realmente explicar por que devemos promover nos jovens o gosto pela leitura e pela literatura em geral? Eu não dou crédito!

Parece que esquecemos que o fato de ter mais ou menos estudos não significa ter mais ou menos cultura ... Das escolas e dos institutos saem sim as crianças com estudos, mas saem realmente as crianças com um mínimo de cultura? Já disse Unamuno: "O interesse supremo deve ser elevar o nível da cultura geral e despertar o gosto pelas coisas que dignificam e refinam o espírito".

Dito isto, resta agradecer ao governo espanhol, por não querer despertar o gosto pela literatura universal ... DEP.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

31 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Jimmy olano dito

    Grande erro: a leitura em mentes jovens ajuda a consolidar o processo sináptico e o prepara para situações mais complexas; escolher bons títulos voltados para a nova geração os educa e diverte ao mesmo tempo.

    Em conclusão, uma grande perda do patrimônio (no futuro) da sociedade espanhola.

  2.   Alberto Fernandez Diaz dito

    Olá Carmen.

    Ele já sabia das novidades. Tem toda a razão, mas ... o que se pode esperar de um primeiro-ministro que, como disse Pérez-Reverte, nunca é visto num evento cultural?

    É uma pena absoluta.

    Alguém ainda é ingênuo a ponto de pensar que o poder está interessado em ter cidadãos educados e que saibam pensar por si mesmos, ou seja, com seus próprios critérios? Já sabemos que ao longo da história se pratica o contrário: satisfazer as massas e distraí-las para que não criem problemas. Os imperadores romanos, com seu famoso "pão e circo", fizeram isso muito bem. Hoje poderíamos mudar essa expressão para "futebol e Tele 5".

    Parece que, no momento, apenas a tecnologia e o dinheiro importam, ou seja, o material. Como se a alma não precisasse se alimentar de música, pintura, livros, etc. Infelizmente, há muitas ovelhas para as quais se você explicasse tudo isso, elas o chamariam de geek ou olhariam para você de forma estranha ou ririam na sua cara, desprezando suas palavras e argumentos.

    Não conhecia a frase de Unamuno, mas concordo com ele.

    Por outro lado, há universitários (tenho a sensação de que são uns quantos, não sei) que, apesar de terem uma licenciatura, um mestrado e outras coisas, não leem um livro para ti ao longo do ano .

    Dá para acreditar que esta semana li no jornal mais importante das Astúrias que querem que os alunos sejam aprovados no ESO com uma nota média inferior a 5 e com duas reprovações (desde que não coincida que sejam Língua e Literatura e Matemática )? Parece um grande erro para mim.

    De qualquer forma, é assim que funciona como sociedade. Cada vez mais "analfabetos" tecnologizados para a barra.

    Um abraço de Oviedo e um feliz fim de semana.

    1.    Angela dito

      Olá Alberto, concordo com suas palavras e sentimentos. Saudações às verdes terras das Astúrias.

      1.    Alberto Fernandez Diaz dito

        Oi Angela.

        Obrigada. A propósito, de onde você é?

        Uma saudação.

  3.   Jose marcelino dito

    O modelo educacional atual tem uma visão instrumental, apolítica, acrítica e exclusiva da população estudantil da cidade, é um modelo de qualidade para as elites empresariais de pensamento monista e lucrativo, explorador e rendedor no mercado externo da economia mexicana. .ditadura de mercado e o neoliberalismo por excelência ...

  4.   Tere ballbe garcia dito

    Com a quantidade de autores universais para ler. Mas a cultura não está na moda

  5.   costuno@gmail.com dito

    bem ... talvez o mais adequado seja falar de política e de políticos. As reformas educacionais são feitas por políticos. Você coloca ênfase em Música, Literatura e Filosofia, mas nem é preciso dizer que tem um efeito devastador em Plástico ou Tecnologia. Também não quero lembrar que a Religião tem valor acadêmico e passa a competir diretamente com as Tecnologias de Informação e Comunicação.

  6.   senhora de elche dito

    Eu quero estudar! Estou na EGB
    O que encontro quando procuro os antigos escritos que mudaram a literatura universal x literatura econômica de interesses monetários. Eles não me compram. Foda-se eles, até o Celtic, Iberian, etc.

  7.   recruta dito

    Mut tamut.

  8.   sisi dito

    A literatura universal não vale a pena? Talvez a química com mentiras de sua tabela periódica também. Não quis mexer com a época em que cada elemento foi inventado, mas graças à literatura universal pude descobrir que o cálcio já estava no partenom.

  9.   grego dito

    O que é química sem a literatura universal? Quando o cálcio foi inventado? As empresas farmacêuticas querem produtos químicos? Quando inventaram os elementos da tabela periódica? Se já o usassem parcialmente

  10.   você nunca vai dizer dito

    Nome químico do gesso?

  11.   outro mais dito

    Ministro da cultura = ignorância? Aquele sabe menos do que eu. Eu nem sei escrever

  12.   aldonza lorenzo dito

    É triste, mas o mundo, por sua vez, precisa de homens e mulheres como rebanhos.
    Ler boa literatura e bons autores torna as pessoas mais sensíveis, espirituais, livres e cultas.
    E isso não é bom para as novas sociedades, nas quais outros estão esperando para poder dominá-los.
    A Espanha, como tantos outros países, está em declínio. E seja lá, onde as letras brilharam, que a energia foi cortada ...

  13.   aioma dito

    Olá Lorenzo! A música ainda está viva? Bem, vamos educá-los com arte livre. Vamos destruir essa ralé que estudou ciência política e ensinar a eles o que a política é para a arte.

  14.   alioma dito

    Corrigir o meu texto por causa da minha falta de conhecimento. Primeiro: vamos perguntar ao ministro da educação e da cultura o que é arte para ele. Segundo: o que é política. Terceiro, se a política é uma arte milenar xk não a exerçam como tal. o que Ele sabe sobre a literatura universal quinto: ele entendeu que foi perguntado se o sexto xk não

  15.   Carmen Riobó Fernandez dito

    Sem entrar nas avaliações da LOMCE, das quais não gosto nada, como não gostava de Logses, LOES e outros, as reformas sucessivas foram eliminando as humanidades e reduzindo as ciências há muitos anos. Mas isso não é verdade, a literatura mundial passou do 2º para o 1º, continua com quatro horas e, pela minha experiência, de anos fazendo horários, agora é muito mais fácil ensinar em pequenos centros, antes era totalmente impossível.

    O latim está carregado há muitos anos, o que menos que um ano obrigatório, isso se deve ao PSOE de Felipe González, com o ministro Maravall à frente, grego é quase impossível estudar desde então, o governo Zapatero, sim, não lembre-se mal, a literatura espanhola foi carregada, antes um assunto, hoje um apêndice da disciplina de língua espanhola e agora o governo do PP, com o Lomce, fumigou a filosofia.

    Este é um breve resumo, o dano é muito maior, mas, não, a literatura universal continua, felizmente, com os mesmos horários e, claro, na Galiza, com muito mais possibilidades de ser escolhido. Não é preciso mentir para demonstrar o ataque que as humanidades vêm sofrendo há alguns anos.

  16.   Jimmy olano dito

    As profecias feitas por Júlio Verne em seu romance "Paris no século XNUMX" se tornam realidade, claro que neste caso é "Madrid no século XNUMX", uma triste realidade.

  17.   Luis ramon dito

    É que não consigo encontrar palavras ... Estou morto.

  18.   alloma maioi dito

    Alguém pode explicar o que é literatura mundial? Não estou falando sobre quem quer removê-lo? Hahaha

  19.   aionma dito

    Se um doente mental tira a literatura mundial, peço que a geologia e a botânica sejam mais literatura antiga e ... * a botânica e deixem a arte em seu lugar. Biologia é uma arte?

  20.   texto anterior? dito

    Podemos falar sobre política em rede?

  21.   ahyoma dito

    Vou falar sobre o número de assentos que tomam decisões na Espanha. Em primeiro lugar, entrarei na falta de todos os debates parlamentares em uma emissora de televisão, sejam eles de interesse cidadão ou não. Posso citar a repetição de cadeiras que deram sim a um projeto tão grande como o aumento da idade produtiva para 67 anos. você remove as artes visuais? Já os levaram embora? Obrigado Ministro por tanta clareza ao povo. Gostaria de saber os nomes de tal contrato, saber o que assinar e quando, principalmente porque eu assino isso e ganho em troca ou o benefício da outra parte signatária.

  22.   o que eu disse dito

    Veremos artistas contemporâneos? Poderemos sentir, pensar e nos envolver com outras etapas universais. Isso ou aquilo importa mais, quem decide se o interesse é mais importante ou quais interesses? O que interessa aquelas cadeiras onde o futuro das pessoas está decidido? Ser ou não ser? Que pena Ou dinheiro, o que você prefere? Dói x dinheiro ou dinheiro x arte mágica? Bem x meus pequenos logotipos da vida, eu diria que o fator x é do seu interesse e não de todos

  23.   Mãe dito

    Certamente essas pessoas que decidem então comprar um quadro e contar aos amigos. Você não sabe quanto custa. É um ... haiuma

  24.   Emma dito

    Alguém se preocupou em ler o decreto da LOMCE sobre o ensino médio? A Literatura Universal não desapareceu, passou ao 1º do Bacharelado por dois anos. É claro que acabou a seletividade (nem era obrigatório). E não só isso, mas também há mais alunos matriculados na 1ª série do que quando era oferecida na 2ª série - por evasão, reprovação e outras causas-. E não esqueçamos que não está presente em todos os institutos, muito pelo contrário. Uma coisa é ser oferecido e outra é os alunos escolherem.

  25.   .eu. para eles dito

    Obrigado Emma! Porque eu ia te dizer o que a arte é para mim. Pra mim a arte é cagar no ministro da educação por ter 30 crianças em sala de aula com tantos professores desempregados. Não me refiro a esse ministro, quero dizer todos os seus amigos que saquearam a Espanha com muita ART e a frase era rir em todos. Bem, pela arte que tenho, gostaria de lhe perguntar no tribunal o que você acha se eu roubar suas economias e depois rir na sua cara.

  26.   Alberto G. dito

    Como estudante, gostaria de comentar vários aspectos que vejo distorcidos em tudo isso.

    É realmente cultura se é para ser forçado dessa forma? Deixe-me explicar: você realmente acha que estudar literatura por 9 meses vai produzir alguma mudança significativa? Eu pessoalmente gosto de ler, gosto de me desafiar, mas não gosto de ser "forçado a ler". Porque eu perco a magia e perco a vontade.

    O que você acha que é o assunto da literatura? Deixando de lado a suposta "politização", você tem algo novo a acrescentar? Porque senão, já ouvi tudo. Estão destruindo a cultura, estão manipulando a juventude ... Vamos deixar de lado os preconceitos políticos por um momento, isso é o que vale a literatura, para abrir os olhos, sair e ganhar perspectiva.

    Estamos no ensino médio e, convenhamos, os empregos, assim como a sociedade, estão se tornando muito especializados. Nem todos somos dotados o suficiente para focar em nosso futuro e ter tempo para adquirir conhecimentos gerais. Gostaria de pensar que mais tarde terei tempo para ler à vontade, para fugir de tudo que me atormenta. Mas temo que não seja assim. Quem aqui não tem problemas de tempo? Bem, lembre-se por um momento de seus anos de estudo. Frenético, certo?

    Em suma, apoio a ELIMINAÇÃO TOTAL da Literatura Universal no ensino médio, porque na verdade ela não foi eliminada, foi movida para a primeira, sem validade na seletividade. Muitos jovens param de ler justamente por causa da pressão que esse assunto exerce sobre eles. Muitas pessoas como eu deixam de amar a literatura ... a realidade nos ultrapassa, e não permitiremos que pensem dessa forma muito subjetiva e extremista nossos futuros teóricos com a desculpa de proliferar algo que não temos obrigação real de saber.

    Todos nós somos costumes e a cultura evolui conosco. Se as pessoas não lêem mais como antes, é porque a realidade não desiste. E já devemos saber, é a ausência de trégua que faz os artistas. Exemplo, a Idade de Ouro.

  27.   mamamia dito

    Devem ser eliminados os sujeitos que não fazem nada x sociedade? Poderia comentar quantos são e quais são seus nomes para você?

  28.   Jesus Hernandez Hernandez dito

    Sem “querer entrar na política” A VERDADE É QUE SE VOCÊ ENTRE E SABE ... O que ele diz é mentira, a disciplina Literatura Universal não é eliminada, mas deixa de ser opcional no 2º ano do Bacharelado e passa para 1ª

  29.   Dayana dito

    Este ano comecei o ensino médio e fui indo com toda a ilusão, matrícula em mãos, selecionei a disciplina de Literatura Universal. Quando chego descobri que me obrigam a fazer História do Mundo Contemporâneo, porque naquele instituto não há nenhuma. Não entendo porque alguns são permitidos e outros não ... Se ano que vem eu mudar e pegar, como vou fazer na seletividade com apenas um ano da disciplina? Este sistema me deixa louco

bool (verdadeiro)