Lorena Franco. 11 perguntas para a autora de Ella Knows

Hoje eu falo com Lorraine Franco, a prolífica autora e atriz de Barcelona, ​​considerada a nova rainha dos chamados noir doméstico. Me responda para Perguntas 11 sobre eles livros favoritos, sua carreira, seus hobbies, seus autores, seus projetos e as notícias que planejou. A partir daqui agradeço a sua amável participação e o tempo despendido.

  1. Você se lembra do primeiro livro que leu?

Não me lembro bem qual foi o primeiro, embora tenha lido muito na editora El Barco de Vapor, que foi com quem comecei. E também aqueles de Esther e seu mundo, O Pequeno Príncipe...

  1. E a primeira história que você escreveu?

No início, ele escreveu histórias. Histórias curtas e fantasiosas... mas como a primeira história, entrando totalmente na faceta da escrita, aconteceu em 2008 com Conto de duas almas, que pode ser encontrado na Amazon, embora eu ache que meu estilo de escrita mudou muito desde então.

  1. Qual foi o primeiro livro que mais te impressionou e por quê?

O apanhador no centeiopor JD Salinger. Por muito tempo foi um dos meus livros favoritos e me impressionou pela forma como consegue refletir a essência perpétua da adolescência (neste caso a dos anos 40), com seus delírios e imperfeições, e uma narrativa em primeira pessoa que torna mais real, entrando totalmente na história e seus eventos. O sentimento de solidão, incompreensão, dúvidas, contradições, reflexões e, acima de tudo, a forma como é narrado, teve um impacto na minha maneira de entender a literatura e também em mim naquela época.

  1. Quem é seu escritor favorito? Você pode escolher mais de um e de todas as épocas.

Eu tenho vários Escritores favoritos, muito diferentes entre si em termos de narrativa e temática, mas conseguiram fazer-me ler todos e cada um dos títulos que lançaram e, no caso dos actuais, o farão.

JD Salinger, Thomas Mann, Vivian Gornick, Margaret Atwood, Joël Dicker, Ernest Hemingway, BA Paris, Liane Moriarty… Bem, a lista é interminável.

  1. Que personagem em um livro você gostaria de conhecer e criar?

Agora, me colocando em um romance atual, Marcus Goldman, o escritor de A verdade sobre o caso Harry Quebertpor Joël Dicker. Embora, como escritora, costumo me colocar no lugar das mulheres, adoro a vida que Marcus tem na ficção; é carismático e real, acessível e inatingível ao mesmo tempo. Ele parece ser um grande personagem para mim.

  1. Alguma mania de escrever ou ler?

Não muitos, na verdade. No momento em que escrevo, se eu não faço ao ar livre, preciso uma janela frente e silêncio. Sobre tudo silêncio e uma boa dose de cafeína. Não tenho hobbies para ler; Eu leio em qualquer lugar, sentado, em pé, em casa, no metrô, com barulho, sem barulho ...

  1. Qual é o seu local e hora preferidos para o fazer?

Meu momento favorito para escrever é por manhãs e algumas horas à tarde / noite, idealmente em casa. Sobre mi escritório é onde eu consigo me concentrar e encontrar inspiração. Para ler, a qualquer hora, embora eu geralmente faça isso mais à tarde / noite.

  1. Que escritor ou livro influenciou seu trabalho como autor?

Não há nenhum em particular, a verdade. Autores clássicos e atuais me influenciaram. Creio que O apanhador no centeio ainda está muito presente em mim e, no que diz respeito a algum autor, referências em romances policiais como Agatha Christie ou Mary Clark Higgins me fizeram ver como gosto e absorvo o mistério, tanto na hora de ler quanto na hora de começar a criar uma história e escrever . Hoje sou menos influente, Fico mais empolgado com meus instintos depois de ter "experimentado" muito e com vários gêneros, e descobri meu próprio estilo de autora.

  1. Seus gêneros favoritos?

Os que escrevo. Meu trabalho na Amazon com meu trabalho editorial se distingue por dois gêneros que, se eu não gostasse deles, seria impossível trabalhá-los. Estou fascinado pelo tema de viagem no tempo, narrativa contemporânea e romântica, mas nem tudo gira em torno de uma história de amor. E, por outro lado, o thriller psicológico, romance policial e mistério, que é o que escrevo para editoras e internacionalmente, atualmente com Sphere of books. Em fevereiro de 2019, quase dois anos depois Ela o sabe (Ediciones B) chega um novo thriller.

  1. O que você está lendo agora? E escrever?

Eu terminei de ler A noiva cigana por Carmen Mola e agora vou começar a ler Por fim, o coraçãopor Margaret Atwood.

Estou trabalhando em várias histórias, trabalhando no edição de romances já escritos com o tema de viagem no tempo e outro da narrativa contemporânea publicar na Amazon entre este ano e o próximo e, por outro lado, preparar um novo thriller e com a ideia de outro muito preso na cabeça.

  1. Como você acha que é o cenário editorial para tantos autores quantos existem ou querem publicar?

Acesso ao cenário editorial sempre foi complexo, há mais escritores do que leitores. Porém, agora um autor tem outros veículos como a autopublicação em plataformas tão poderosas como a Amazon, e com a possibilidade de chegar a leitores de todo o mundo e de que essa história não fique trancada na gaveta. No meu caso nNunca procurei uma editora ou submeti um manuscrito, não tive que enfrentar o temido "não", porque gostava do tema da autopublicação. E, de fato, gosto tanto que continuo a equilibrar a forma como publico um romance ou outro de acordo com o gênero. Isso sim, Eu encorajo todos os escritores, aquelas grandes histórias que um editor não pode recusar, a tentar e não desistir. Nada é impossível. Existem, como tudo na vida, espero. Eu vi isso.

Sobre Lorena Franco


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Um comentário deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Susana dito

    Ótima entrevista. Já li vários livros desta autora porque antes já conhecia sua faceta como atriz e estava curiosa para ver como ela escrevia. Todos os livros que li gostei muito. Acho que ele tem um estilo ótimo, diferente e atual, e um futuro promissor na literatura.