Livros de Elena Ferrante

Ruas de Nápoles

Ruas de Nápoles

Elena Ferrante é o pseudônimo de uma escritora italiana que deslumbra o cenário literário mundial há quase duas décadas. Apesar de ter iniciado sua obra literária na década de 90, sua carreira catapultou em 2012 após a publicação. O grande amigo, romance com o qual começou a tetralogia Dois amigos. Em 2018, após o sucesso da saga, a HBO adaptou para a TV com o nome do primeiro livro e até o momento já foram veiculadas 2 temporadas.

Com quase 20 anos no meio literário, a autora possui um catálogo de nove romances, uma história infantil e um ensaio. Seu anonimato não o impediu de conquistar inúmeros leitores na Itália e no resto do mundo. Seu último romance, A vida mentirosa dos adultos (2020), foi catalogado por Horário como um dos 100 melhores livros do ano.

Livros de Elena Ferrante

Amor perturbador (1992)

É o primeiro livro da escritora italiana, que dedicou à mãe. Foi publicado na Espanha com o nome Amor irritante (1996), traduzido por Juana Bignozzi. É um romance ambientado em Nápoles em meados do século XNUMX, tem 26 capítulos e é narrado na primeira pessoa. Em suas páginas a relação entre uma mãe e sua filha está relacionada - Amalia e Delia -.

Sinopse

Em 23 de maio, um cadáver é encontrado flutuando no mar, após a identificação do corpo é confirmado que se trata de Amália. A terrível notícia chega aos ouvidos de Delia apenas em seu aniversário. Que sua mãe apareceu morta era o que ele menos esperava saber naquele dia.

Depois da tragédia, Delia decide voltar para sua cidade natal, Nápoles, para investigar o evento, pois ficou surpresa por Amalia estar usando apenas sutiã. Ao chegar à cidade, não lhe foi fácil enfrentar o passado que tanto se esforçou por ignorar, aquela infância complexa que resolvera bloquear na mente.

À medida que ele desvenda os mistérios que cercam o sinistro, as verdades que eles forjaram vêm à luz seu ambiente, sua vida e sua personalidade, crueza que te fará ver uma nova realidade.

Amor irritante
Amor irritante
Sem classificações

A filha escura (2006)

É o terceiro romance da literata. Foi traduzido por Celia Filipetto e publicado em espanhol com o título A filha escura (2011). É uma história contada na primeira pessoa por sua protagonista, Leda, e cujo tema principal é a maternidade. O enredo se passa em Nápoles e se desdobra em 25 capítulos curtos.

Sinopse

Leda é uma mulher de quase 50 anos, divorciada e com duas filhas: Bianca e Marta. Ela mora em Florença e, além de cuidar das filhas, trabalha como professora de literatura inglesa. Sua rotina de vida muda repentinamente quando seus filhos decidem se mudar para o Canadá com o pai.

Citação de Elena Ferrante

Citação de Elena Ferrante

Mulheres, longe de se sentir nostálgica, ela se vê livre fazer o que quiser, então vai de férias para sua cidade natal, Nápoles.

Enquanto descansava na praia compartilhando com várias famílias locais, reviver, sem querer, seu passado. Nesse instante, invadida por desconhecidos que chegam em suas memórias, tomar uma decisão complexa e arriscada.

Folga A filha morena ...
A filha morena ...
Sem classificações

O amigo brilhante (2011)

É o romance inicial da saga Dois amigos. Sua versão italiana foi publicada em 2011. Um ano depois foi traduzida para o espanhol por Celia Filipetto e apresentada com o nome: O grande amigo (2012). O enredo é narrado na primeira pessoa e se passa em Nápoles no século passado. Nesta ocasião, a amizade é a base da história, e esta tem como protagonistas dois jovens: Lenù e Lila.

Sinopse

Lenù e Lila passaram sua infância e juventude em sua cidade natal, um lugar extremamente pobre nos arredores de Nápoles. As meninas cresceram juntas e seu relacionamento mudou entre a amizade e a rivalidade típica daquela época. Ambos têm seus sonhos claros, estão convencidos de que devem se superar e sair daquele lugar escuro. Para alcançar suas ambições, a educação será a chave.

História da criança perdida (2014)

A garota perdida (2014) —título em espanhol— é a obra que encerra a tetralogia Dois amigos. A história se passa no século XNUMX em Nápoles e apresenta Lenù e Lila na idade adulta. Ambos tomaram rumos diferentes, o que os levou a se distanciarem, mas uma nova história de Lenù os unirá novamente. A história viaja desde os dias atuais dessas duas mulheres e faz um retrospecto de suas vidas.

Sinopse

Lenù se tornou um escritor renomado, mudou-se para Florença, se casou e teve filhos. No entanto, seu casamento acabou. Por sua vez, Lila teve um destino diferente, não conseguiu sair de sua aldeia e ainda luta contra as desigualdades que ali prevalecem. Lenù decide começar um novo livro e o assunto a fez retornar a Nápoles, o que lhe permitirá reencontrar seu amigo..

Folga A garota perdida (dois ...
A garota perdida (dois ...
Sem classificações

La Vita bugiarda degli Adulti (2019)

Depois do sucesso da saga Dois amigos, Elena Ferrante apresentou A vida mentirosa dos adultos (2020). É uma história que tem como protagonista Giovanna e que se passa em Nápoles nos anos 90. Este romance tem traços pessoais de Ferrante, que em entrevista coletiva afirmou: “Quando criança eu era um grande mentiroso. Por volta dos 14 anos, depois de muitas humilhações, decidi crescer ”.

Sinopse

Citação de Elena Ferrante

Citação de Elena Ferrante

Giovanna é uma menina de 12 anos que pertence à burguesia napolitana. Um dia ele ouviu do pai dele -Sem ele saber- que ela era uma garota feia, como sua tia Vittoria. Intrigada e confusa com o que ouviu, ela conseguiu ver como os adultos são hipócritas e mentirosos. Invadida pela curiosidade, ela decidiu procurar essa mulher, para ver em primeira mão a que seu pai se referia.

Folga A vida mentirosa de ...
A vida mentirosa de ...
Sem classificações

Sobre a autora, Elena Ferrante

Devido ao seu anonimato, poucos detalhes biográficos são conhecidos sobre a autora italiana. Muitos dizem que ele nasceu em Nápoles em 1946 e que atualmente vive em Turim.  Ao longo de sua carreira, ela só é conhecida por algumas entrevistas que concedeu por e-mail.

Anita Raja, a "escritora" por trás de Elena Ferrante

Em 2016, uma mulher chamada Anita Raja "confirmou" por meio de um perfil no Twitter que ela era a pessoa por trás do pseudônimo. Por meio de várias mensagens, essa pessoa confessou ser o "escritor" e pediu que sua privacidade fosse respeitada, depois apagou a conta. No entanto, pouco tempo depois, Tommaso Debenedetti - infelizmente conhecido por divulgar entrevistas falsas com celebridades - reivindicou os tweets, criando assim mais dúvidas.

Debenedetti garantiu que ele havia se encontrado com Raja, e que ela lhe forneceu as informações. Apesar da trajetória duvidosa do escritor - que se autodenomina "O Campeão Italiano das Mentiras" - alguns jornalistas confirmaram a teoria. Para fazer isso, eles perguntaram onde o dinheiro dos direitos autorais foi depositado e creditado em uma conta de Anita Raja, que pode confirmar que é ela.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.