Entrevista com Luis Roso, idealizador do Inspetor Trevejo.

 

Fotografia do blog de Luis Roso

Começamos este novo mês de Junho falando com um dos escritores de maior projeção atual no país do romance negro, Luis roso. O criador do inspetor de Madrid Ernesto trevejo, protagonista de seus dois romances Aguaceiro y primavera cruel, por favor, responda-nos este teste de Perguntas 10. Mas também sabemos um pouco mais sobre trabalho.

Quem é Luis Roso?

Roso nasceu em Moraleja, província de Cáceres em 1988 e licenciou-se em Filologia hispânica e inglesa. Agora trabalhe como professor de escola secundária em Madrid, mas enquanto estudava foi garçom e trabalhador temporário na área. É apaixonado por literatura, história, cinema e esportes (especialmente boxe).

Seu gosto pela história se reflete em sua obra por meio de sua configuração cuidadosa. E como escritor, ele foi comparado a Philip Kerr ou Eduardo Mendoza por sua manipulação do humor e da ironia em seus romances.

Obras

Aguaceiro (2016)

Seu romance de estreia se passa em 1955 e é estrelado pelo inspetor Ernest Trevejo, da Polícia de Madrid. Foi produzido quatro crimes em uma cidade nas montanhas de Madrid, onde um reservatório está sendo construído. Dois guardas civis foram torturados até a morte e o prefeito do município e sua esposa foram executados a sangue frio. Dada a possibilidade de um serial killer estar à solta, o caso é confiado a Trevejo porque deve ser resolvido e também silenciado o mais rápido possível.

primavera cruel (2018)

Publicado em fevereiro deste ano e depois do sucesso de críticos e leitores do anterior, esta é a segunda aventura do Inspetor Ernesto Trevejo. Novamente se passa na Espanha dos anos 50 e nele Trevejo é encarregado de investigar o difícil caso do morte de um homem armado em El Pardo, muito perto do palácio onde reside Franco. Não se sabe se ele pode ser um terrorista ou um louco, ou se realmente constitui uma ameaça real.

Perguntas 10

  1. Você se lembra do primeiro livro que leu? E a primeira história que você escreveu?

Meu primeiro livro foi Para a criança, quadrinho Mortadelo e Filemón. Ele teria 5 ou 6 anos. Não me lembro da primeira história.

  1. Qual foi o primeiro livro que mais te impressionou e por quê?

O primeiro não me lembro. Fiquei muito chocado Estrela distante de Bolaño, mas já na adolescência.

  1. Quem é seu escritor favorito? Você pode escolher mais de um e de todas as épocas.

Não tenho favoritos, mas alguns que gosto e para os quais sempre volto: Borges, Monterroso, Machado o Lorca, Por exemplo.

  1. Que personagem em um livro você gostaria de conhecer e criar?

Sam de O Senhor dos Anéis.

  1. Alguma mania de escrever ou ler?

Leo quase sempre deitado na cama ou quando viajo de trem. Eu escrevo para computador e meu único hobby é corrigir muito, quase obsessivamente, depois de terminar o manuscrito.

  1. Qual é o seu local e hora preferidos para o fazer?

Meu quarto. É quando tenho tempo, geralmente à tarde ou de manhã, antes de ir para o trabalho.

  1. Que escritor ou livro influenciou seu trabalho como autor?

Não acho que haja nenhum em particular. Há muitos que me dão coisas, suponho que muitos sem eu saber.

  1. Seus gêneros favoritos?

romance negro (obviamente), romance de século XX (portanto, em geral, espanhol e não espanhol) e biografias.

  1. O que você está lendo agora? E escrever?

Leitura O homem que amava os cachorrospor leonardo Padura. Estou escrevendo meu quarto romance e consertando meu terceiro.

  1. Como você acha que é o cenário editorial para tantos autores quantos existem ou querem publicar?

Esta é paisagem saturada: há muitos autores, alguns de muito boa qualidade, que deixam de se destacar justamente pelo excesso de concorrência. Mas também há mais mídia do que nunca publicar: não apenas grandes editoras, mas também independentes, ou mesmo autopublicações na Amazon ou outras mídias.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.