A Princesa Noiva, de William Goldman

Imagem do filme The Princess Bride

De todos os livros publicados no século XX, há alguns capazes de durar pela eternidade e tocar a corda de quem os lê. E um deles é sem dúvida Princesa Noiva de William Goldman, um livro publicado em 1973 que readapta uma obra de S. Morgenstern com base nas partes que o pai de Goldman selecionou para ele durante sua infância.

Sinopse da Princesa Noiva

Capa do livro da princesa noiva

A princesa prometida é dividido em duas partes. O primeiro, como prólogo, supõe uma apresentação do próprio William Goldman, que, através da ficção, narra sua própria vida, especificamente aquela infância em que seu pai, um emigrante florinês, lia para ele todas as noites A princesa noiva: uma história clássica de amores verdadeiros e grandes aventuras de S. Morgenstern. O mesmo que o ajudou a entrar na literatura e a sair de uma adolescência de "imaginação perdida", segundo seus pais e professores. Anos depois, quando Goldman finalmente se estabeleceu como romancista, decidiu enviar o mesmo livro para o filho, percebendo logo em seguida que o havia abandonado após ler o primeiro capítulo. É assim que o autor descobre que a história que seu pai lhe contou foi, na verdade, baseada nas partes mais divertidas do livro de Morgenstern. A chave que levaria William Goldman a escrever A princesa noiva, a segunda história coberta pelo título.

A princesa noiva, ela mesma, é uma história que combina diferentes gêneros como romance, aventura, fantasia e humor. Situado no país fictício de Florin (o pai de Goldman era um floriniano, então isso leva automaticamente o leitor a uma história tão real quanto fictícia baseada no nome de uma moeda antiga usada em Florença durante os tempos medievais), The Princess Bride diz a história de amor entre a princesa Buttercup e seu amado Westley, que depois de morrer leva Buttercup a se comprometer com Humperdinck, um príncipe do mal, a fim de evitar uma guerra. No entanto, pouco antes do casamento, uma gangue de ladrões sequestra a princesa. Os integrantes são Íñigo Montoya, o melhor espadachim do mundo; Vizzini, o ser humano mais inteligente; e Fezzik, o mais forte, que não terá a presença de um misterioso homem de preto que os persegue durante sua fuga.

Personagens de princesa noiva

Cary Elwes e Robin Wright no filme de Rob Reiner

A Princesa Noiva está cheia de vilões, príncipes, princesas e muitos outros personagens imagináveis, sendo os seguintes os personagens principais da história:

  • Botão de ouro: Ela é a protagonista da heroína e apaixonada por Westley. Uma leiteira obstinada com ideias fixas se tornou a garota mais bonita do reino de Florin e, por sua vez, a chave para evitar uma guerra entre os dois lados.
  • Westley: Ele é o cavalariço que se apaixona por Buttercup, filha de seu dono e cuja casa foi incendiada, deixando-o na pobreza absoluta. Para resolver a situação e poder se casar com Buttercup, ele faz um passeio de barco prometendo que voltará para buscá-la. No entanto, durante a jornada, ele é morto pelo malvado Pirate Roberts Deel.
  • Príncipe humperdinck: Pérfido e malvado, o Príncipe Humperdinck nem mesmo sabe quem é Buttercup, sendo o Conde Rugen o encarregado de lhe trazer a mulher mais bonita do reino. Ele é um caçador ávido e planeja sequestrar Buttercup antes de se casar, a fim de provocar uma guerra com a nação de Guilder.
  • Inigo Montoya: De origem espanhola, este personagem é considerado o melhor espadachim do mundo, sendo um dos membros do trio que sequestra Buttercup. Como o resto dos mercenários, ele arrasta um passado do qual não pode escapar e ao qual o leitor acessa por meio de flashbacks ao longo da história. A frase dele é mítica «Eu sou Íñigo Montoya, você matou meu pai, prepare-se para morrer», tanto na boca dos jovens que, nos anos 80, brincavam de espadachins imitando esse personagem.
  • Vizzini: De origem siciliana, é o homem mais inteligente e braço direito do Príncipe Humperdinck no que diz respeito ao sequestro de Buttercup. Ele também carrega vários problemas do passado.
  • FezzikVindo de Greenladia, Fezzik é um jovem grande que é considerado o ser humano mais forte do mundo. Ela costuma cantar rimas que deixam Vizzini louco e ela não gosta de brigas sujas.

A princesa noiva: o romance de fantasia reinventado

William Goldman, autor de The Princess Bride

Os romances de aventura e fantasia foram os que consumiram grande parte da infância do autor de A Princesa Noiva, William Goldman. O autor que com esta história procurou reinventar completamente o gênero ao permitir que uma história infantil a priori fosse interpretada pelo público adulto. Baseado em humor, paródia e personagens que não atendiam aos cânones esperados em uma típica história de amor medieval, A Princesa Noiva Foi publicado em 1973 nos Estados Unidos pela editora Harcourt Brace.. No entanto, mais tarde Goldman insistiu em adicionar uma nova cena que seu editor rejeitou desde o início para evitar problemas de direitos autorais com Morgenstern. Lembre-se de que The Princess Bride é um compêndio das histórias de Morgenstern, mas em nenhum momento tenta modificar o material existente.

Depois de se tornar um best-seller, o livro cresceu ainda mais graças a a adaptação cinematográfica lançada em 1987. Dirigido por Rob Reiner e estrelado por Cary Elwess e Robin Wright, o filme foi roteirizado pelo próprio Goldman e se tornou um sucesso de bilheteria.

Trinta anos após a estreia do filme (e quarenta do livro), A Princesa Noiva continua a ser um clássico da literatura universal. Um conjunto de gêneros através dos quais William Goldman reinventou os romances de aventura de uma vida, criticou o excesso da realeza europeia, denotou os benefícios da morte e, por fim, atraiu a atenção de centenas de leitores.

As mesmas pessoas que hoje continuam a considerar a princesa noiva como um dos melhores livros de todos os tempos e a prova de como um bom livro pode gerar outro melhor.

Você leu A princesa prometida por William Goldman?


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

bool (verdadeiro)