Jacinta Cremades. Entrevista com o autor de Return to Paris

Fotografias: Jacinta Cremades, perfil na Doumo Ediciones.

Cremados de jacinta Ele nasceu em Barcelona, ​​mas sua infância foi passada na França. É doutora em Literatura e também crítica literária. Ele trabalhou em jornais como O Cultural, O Imparcial, Le Magazine Littéraire, El Mercurio y Le Monde. Ele também deu aulas de espanhol e literatura, onde estreou com Voltar para paris, seu primeiro romance. Agradeço-lhe muito seu tempo e gentileza para Nesta entrevista onde ele nos conta sobre ela e tudo um pouco.

Jacinta Cremades - Entrevista

  • NOTÍCIAS DE LITERATURA: Voltar para paris é o seu último romance. O que você nos fala sobre isso e de onde surgiu a ideia?

JACINTA CREMADOS: O romance conta a O retorno de Teresa a Paris, onde viveu toda a sua infância e juventude, após a morte de sua mãe Maite. Ele retorna com sua filha Lucía, a quem conta, graças às histórias contidas em caixas, a história de sua mãe que deixou sua Barcelona natal para abandonar a tradição familiar e começar uma nova vida.

É um romance que ao mesmo tempo liga a vida de estas três mulheres da mesma família: Maite, que chega a Paris em maio de 68, Teresa, que se lembra de sua infância nos anos 80, e Lúcia, no início de 2000. Parte do meu próprio retorno a Paris, onde também vivi minha infância e juventude. Portanto, é um voltar às raízes da família, às questões existenciais e à importância da transmissão. 

  • AL: Você pode voltar ao primeiro livro que leu? E a primeira história que você escreveu?

JC: Eu tenho uma imagem lendo para minha mãe Le petit Nicolas, e não o contrário, os dois deitados em uma cama de hotel durante uma viagem à Grécia. 

Meu primeiro romance foi uma espécie de plágio de eu encontro de Fred Uhlman, uma história que li sobre a amizade entre um menino judeu e um menino nazista que me impressionou profundamente. Graças a Deus não terminei, senão teria acabado na masmorra do sequestro. 

  • AL: Um redator principal? Você pode escolher mais de um e de todas as épocas.

JC:Gosto de mulher, não consigo evitar! As irmãs Bronté, Carmem Martin Gaite, Elizabete Strout e Nancy Huston

  • AL: Que personagem em um livro você gostaria de conhecer e criar?

JC: Eu teria adorado conhecer o Conde de monte cristo. E criar a mulher com Alcuza pontuado por Dámaso Alonso. 

  • AL: Algum hábito ou hábito especial quando se trata de escrever ou ler?

JC: Eu escrevo pela manhã y Leão pela tarde. Ele seria incapaz de fazer o contrário. 

  • AL: Qual é o seu local e hora preferidos para o fazer?

J.C.: De dia, em uma casa que temos no campo de Avila. 

  • AL: Existem outros gêneros que você gosta?

JC: o novela, o história, o ensaio Eles são os que eu mais gosto. 

  • AL: O que você está lendo agora? E escrever?

JC: estou lendo As irmãs de Borgo Sud por Donatella Di Pietrantonio, Os diários de Chirbes, e O colecionador de maravilhas pontuado por Rafael Narbona. E estou digitando um romance sobre a Irlanda cujos personagens ainda vivem em Paris. 

  • AL: Como você acha que é o cenário editorial e o que fez com que você tentasse publicar?

JC: Acho que estamos vivenciando uma explosão de editoras com perfis muito diferentes no que diz respeito à publicação. Todos eles se comprometem a divulgar o texto, literário, histórico, ensaio. Eles estão lá por amor à literatura e isso é um milagre

  • AL: O momento de crise que vivemos está sendo difícil para você ou você pode guardar algo positivo para histórias futuras?

JC: A sociedade mudou tanto que será necessário falar, escrever, sobre um antes e um depois do ser humano. Tenho que fazer um esforço para ver isso de forma positiva. O melhor é o alcance que temos aos conteúdos intelectuais da internet, embora seja também a nossa grande ruína.. A verdade é que se tivessem me deixado escolher a hora de nascer, eu não teria escolhido isso ...


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.